2020

Cursos

Psicanálise e Assistência Social: o trabalho do psicólogo em serviços socioassistenciais | Sábado | 01 de Fevereiro | 9h - 16h30


Clique aqui para realizar a inscrição

O objetivo do curso é realizar uma discussão teórica e prática acerca do trabalho do psicólogo em serviços socioassistenciais, considerando a escuta dos usuários e profissionais dos serviços, a interdisciplinaridade nas equipes técnicas, a produção de documentos e relatórios e a construção do caso no contexto institucional.

Esse curso é resultado das pesquisas acadêmicas dos coordenadores sobre o tema, do estudo desenvolvido nos grupos de estudos e cursos sobre o trabalho na Assistência Social e das supervisões realizadas com equipes nos serviços socioassistenciais. Será apresentado os principais pontos trabalhados nas diferentes intervenções, avançando em pontos que nos permitam sustentar um trabalho orientado pela psicanálise nas instituições com maior precisão e efetividade.

O curso está dividido em quatro tópicos:

1) O trabalho do psicólogo na assistência social: a escuta da subjetividade

A partir da hipótese de que o trabalho do psicólogo nos serviços socioassistenciais tem como objetivo a escuta da subjetividade, será realizada uma discussão teórico-prática sobre os conceitos de escuta e de subjetividade e, a partir disso, como tais conceitos podem ser utilizados como operadores no cotidiano da atuação deste profissional.

2) A interdisciplinaridade no trabalho entre psicólogos e assistentes sociais

Considerando o necessário trabalho em equipe a ser realizado pelo psicólogo na assistência social, apresentaremos o conceito de interdisciplinaridade e como ela pode ser colocada em ação na relação com o (a) assistente social e com outros profissionais, visando a construção de uma prática coletiva.

3) A construção do caso no contexto institucional

A construção do caso no contexto institucional é um processo decisivo para se elaborar intervenções multiprofissionais e para se produzir intervenções junto aos usuários, assim, será realizada uma discussão visando demonstrar como essa construção pode ser feita em conjunto com outros profissionais.

4) A produção de relatórios e documentos na assistência social

Os relatórios e documentos são os registros de avaliações e de intervenções realizados pelos psicólogos nos serviços socioassistenciais, sendo de suma importância a forma como são redigidos e as informações contidas neles, pois, tem influência direta sobre a vida dos usuários dos serviços. Deste modo, o nosso objetivo é apresentar o que são esses relatórios e documentos e, considerando as discussões anteriores, propor uma maneira de elaboração clara, efetiva e ética.

Quando: sábado, 01 de fevereiro de 2020, das 9h às 16h30.

Carga horária: 6h30.

Investimento: R$200 (pagamento via depósito ou transferência bancária).

Inscrição: acesse o formulário de inscrição: https://forms.gle/spsqY5CwRBfqNwD3A. Após o preenchimento será enviada as orientações de pagamento por e-mail. A inscrição só será considerada após a realização do pagamento até 24 de janeiro. Vagas limitadas. Não haverá devolução do pagamento em nenhuma hipótese.

Onde: Rua Itapeva, 202, Bela Vista – próximo ao metrô Trianon-Masp.

Para quem: psicanalistas em formação, psicólogos, estudantes de psicologia e profissionais interessados no estudo da psicanálise.

* Será emitido certificado.

Coordenadores:

Christopher Rodrigues Anunciação: psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). Professor no curso de psicologia da Universidade Nove de Julho. É co-coordenador do projeto Aprendimentos Clínicos – interlocuções psicanalíticas. Trabalha em consultório particular e como acompanhante terapêutico. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes (SAICA) e Núcleo de Proteção Jurídica e Apoio Psicológico (NPJ). Autor da dissertação “O trabalho do psicanalista em serviços de acolhimento para crianças e adolescentes: táticas, estratégias e a política do psicanalista na instituição”.

Gabriel Bartolomeu: psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). É co-coordenador do projeto Aprendimentos Clínicos – interlocuções psicanalíticas. Trabalhou em instituições de saúde mental e de assistência social e, atualmente, atende em consultório particular e coordena grupos de estudos sobre a obra de Jacques Lacan. Atua como supervisor em instituições de assistência social e de saúde mental. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em núcleo de convivência de idosos, serviço de internação psiquiátrica, hospital-dia, ambulatório de saúde mental e acompanhamento terapêutico. Autor da dissertação “O trabalho do psicanalista na Política de Assistência Social: escuta do sujeito e problematização de discursos e práticas”.

Site: www.aprendimentosclinicos.com

E-mail: aprendimentosclinicos@gmail.com





2019

Cursos

Psicanálise e Assistência Social: o trabalho do psicólogo em serviços socioassistenciais | Sábado | 01 de Fevereiro | 9h - 16h30


Clique aqui para realizar a inscrição

O objetivo do curso é realizar uma discussão teórica e prática acerca do trabalho do psicólogo em serviços socioassistenciais, considerando a escuta dos usuários e profissionais dos serviços, a interdisciplinaridade nas equipes técnicas, a produção de documentos e relatórios e a construção do caso no contexto institucional.

Esse curso é resultado das pesquisas acadêmicas dos coordenadores sobre o tema, do estudo desenvolvido nos grupos de estudos e cursos sobre o trabalho na Assistência Social e das supervisões realizadas com equipes nos serviços socioassistenciais. Será apresentado os principais pontos trabalhados nas diferentes intervenções, avançando em pontos que nos permitam sustentar um trabalho orientado pela psicanálise nas instituições com maior precisão e efetividade.

O curso está dividido em quatro tópicos:

1) O trabalho do psicólogo na assistência social: a escuta da subjetividade

A partir da hipótese de que o trabalho do psicólogo nos serviços socioassistenciais tem como objetivo a escuta da subjetividade, será realizada uma discussão teórico-prática sobre os conceitos de escuta e de subjetividade e, a partir disso, como tais conceitos podem ser utilizados como operadores no cotidiano da atuação deste profissional.

2) A interdisciplinaridade no trabalho entre psicólogos e assistentes sociais

Considerando o necessário trabalho em equipe a ser realizado pelo psicólogo na assistência social, apresentaremos o conceito de interdisciplinaridade e como ela pode ser colocada em ação na relação com o (a) assistente social e com outros profissionais, visando a construção de uma prática coletiva.

3) A construção do caso no contexto institucional

A construção do caso no contexto institucional é um processo decisivo para se elaborar intervenções multiprofissionais e para se produzir intervenções junto aos usuários, assim, será realizada uma discussão visando demonstrar como essa construção pode ser feita em conjunto com outros profissionais.

4) A produção de relatórios e documentos na assistência social

Os relatórios e documentos são os registros de avaliações e de intervenções realizados pelos psicólogos nos serviços socioassistenciais, sendo de suma importância a forma como são redigidos e as informações contidas neles, pois, tem influência direta sobre a vida dos usuários dos serviços. Deste modo, o nosso objetivo é apresentar o que são esses relatórios e documentos e, considerando as discussões anteriores, propor uma maneira de elaboração clara, efetiva e ética.

Quando: sábado, 01 de fevereiro de 2020, das 9h às 16h30.

Carga horária: 6h30.

Investimento: R$200 (pagamento via depósito ou transferência bancária).

Inscrição: acesse o formulário de inscrição: https://forms.gle/spsqY5CwRBfqNwD3A. Após o preenchimento será enviada as orientações de pagamento por e-mail. A inscrição só será considerada após a realização do pagamento até 24 de janeiro. Vagas limitadas. Não haverá devolução do pagamento em nenhuma hipótese.

Onde: Rua Itapeva, 202, Bela Vista – próximo ao metrô Trianon-Masp.

Para quem: psicanalistas em formação, psicólogos, estudantes de psicologia e profissionais interessados no estudo da psicanálise.

* Será emitido certificado.

Coordenadores:

Christopher Rodrigues Anunciação: psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). Professor no curso de psicologia da Universidade Nove de Julho. É co-coordenador do projeto Aprendimentos Clínicos – interlocuções psicanalíticas. Trabalha em consultório particular e como acompanhante terapêutico. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em Serviço de Acolhimento Institucional de Crianças e Adolescentes (SAICA) e Núcleo de Proteção Jurídica e Apoio Psicológico (NPJ). Autor da dissertação “O trabalho do psicanalista em serviços de acolhimento para crianças e adolescentes: táticas, estratégias e a política do psicanalista na instituição”.

Gabriel Bartolomeu: psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). É co-coordenador do projeto Aprendimentos Clínicos – interlocuções psicanalíticas. Trabalhou em instituições de saúde mental e de assistência social e, atualmente, atende em consultório particular e coordena grupos de estudos sobre a obra de Jacques Lacan. Atua como supervisor em instituições de assistência social e de saúde mental. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em núcleo de convivência de idosos, serviço de internação psiquiátrica, hospital-dia, ambulatório de saúde mental e acompanhamento terapêutico. Autor da dissertação “O trabalho do psicanalista na Política de Assistência Social: escuta do sujeito e problematização de discursos e práticas”.

Site: www.aprendimentosclinicos.com

E-mail: aprendimentosclinicos@gmail.com





© 2018-2020 | Aprendimentos Clínicos | aprendimentosclinicos@gmail.com | São Paulo - Brasil