Grupos de estudos

O ensino de Jacques Lacan: diagnóstico e manejo clínico nas psicoses | Quartas-feiras | 11h


Objetivo: o grupo de estudos é coordenado por psicanalistas com experiência em instituições de saúde mental, de assistência social e escolar, bem como em consultório particular e em acompanhamento terapêutico. Trata-se de um espaço de elaboração compartilhada, a partir do estudo da obra de Jacques Lacan. Objetiva-se uma produção teórico-metodológica que ofereça condições aos participantes de realizar o diagnóstico e o manejo clínico de casos atendidos no consultório e no contexto institucional. Justificativa: o trabalho do psicanalista e de outros profissionais orientados pela psicanálise, seja no consultório ou na instituição, coloca em pauta a questão do manejo clínico e o que orienta sua construção, sendo esta feita de forma ética e responsável se o profissional tem um embasamento teórico e metodológico apropriado à subjetividade de cada sujeito. Partimos do pressuposto de que a psicanálise lacaniana nos oferece este embasamento, permitindo se estabelecer o diagnóstico que sustenta a elaboração de hipóteses clínicas para a direção de cada tratamento. Vale ressaltar que não se trata de uma aplicação direta da teoria à clínica, mas, sim, de um esforço de torna-la um operacionalizador da escuta. Método: o grupo de estudos é organizado em torno do estudo da obra de Jacques Lacan. Os coordenadores apresentam a cada encontro uma leitura do material escolhido - atualmente, o seminário As Psicoses (1955-56) -, destacando e discutindo os termos, os conceitos e os autores evocados por Lacan. Com isto, coloca-se em evidência os meandros da produção do autor. Ainda, os participantes são convidados a se colocarem durante o grupo, apresentando seus comentários e suas dúvidas quando da leitura dos textos. Como não poderia deixar de ser, a experiência clínica dos coordenadores e dos participantes é constantemente evocada durante a atividade. Coordenação: Darlene Ribeiro da Silva Psicanalista e psicóloga (PUC Minas). Trabalhou em instituição de saúde mental. Atualmente, atende em consultório particular. Possui experiência como psicóloga e psicanalista em hospital-dia e ambulatório de saúde mental. Gabriel Bartolomeu Psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). Trabalhou em instituições de saúde mental e de assistência social e, atualmente, atende em consultório particular. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em serviço de internação psiquiátrico, hospital-dia, ambulatório de saúde mental e acompanhamento terapêutico. Quando: semanalmente, às quartas-feiras, das 11h às 12h. Onde: Rua Itapeva, 202, conjunto 59 - próximo ao metrô Trianon-Masp. Como participar: inscrever-se através do formulário de inscrição clicando aqui. Para quem: psicanalistas em formação, psicólogos, estudantes de psicologia e outros profissionais interessados em psicanálise. Atividade gratuita mediante inscrição.




Introdução ao ensino de Jacques Lacan: teoria e clínica | Quintas-feiras | 11h30


Clique e faça sua inscrição: :: GE INTRODUÇÃO AO ENSINO DE JACQUES LACAN Quando: semanalmente, às quintas-feiras, das 11h30 às 13h, a partir de 15 de agosto de 2019. Investimento: R$120,00 por mês (pagos até o segundo encontro de cada mês). Onde: Rua Manoel de Paiva, 249, Vila Mariana - próximo aos metrôs Ana Rosa e Vila Mariana. ​​ Para quem: psicanalistas em formação, psicólogos, estudantes de psicologia, acompanhantes terapêuticos e outros profissionais interessados em psicanálise. Coordenação: Carolina Ribeiro Psicanalista, psicóloga (PUC-SP) e Acompanhante Terapêutica (AT). Especialista em Constituição do Sujeito e Psicanálise com Crianças pela DERDIC/PUC-SP. Membro do Fórum do Campo Lacaniano (FCL-SP). Trabalhou em instituições de saúde mental e de educação e, atualmente, atende em consultório particular. Tem experiência como psicóloga e psicanalista em CAPS-i e como acompanhante terapêutica e mediadora em escolas. Gabriel Bartolomeu Psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). Trabalhou em instituições de saúde mental e de assistência social e, atualmente, atende em consultório particular. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em serviço de internação psiquiátrico, hospital-dia, ambulatório de saúde mental e acompanhamento terapêutico. Isabela Ledo Psicanalista, psicóloga (UFBA), especialista em Psicologia Hospitalar (UNIFESP) e mestre em Psicologia Clínica (IPUSP). Trabalhou em instituições de saúde e, atualmente, atende em consultório particular. Tem experiência como psicóloga e psicanalista em hospitais e instituição de saúde mental. Objetivo: o grupo de estudos é coordenado por psicanalistas com experiência em instituições de saúde, de saúde mental, de assistência social e escolar, bem como em consultório particular e em acompanhamento terapêutico. Trata-se de um espaço de elaboração compartilhada, a partir do estudo da obra de Jacques Lacan. Objetiva-se a introdução ao ensino de Jacques Lacan, visando uma produção teórico-metodológica que ofereça condições aos participantes de realizar o diagnóstico e o manejo clínico de casos acompanhados no consultório e no contexto institucional (serviços socioassistencial, de saúde, de saúde mental e educacional). Justificativa: o trabalho do psicanalista e de outros profissionais orientados pela psicanálise, seja no consultório, na instituição ou no acompanhamento terapêutico, coloca em pauta a questão do manejo clínico e o que orienta sua construção, sendo esta feita de forma ética e responsável se o profissional tem um embasamento teórico e metodológico apropriado à subjetividade de cada sujeito. Partimos do pressuposto de que a psicanálise lacaniana nos oferece este embasamento, permitindo se estabelecer os diagnósticos estrutural e institucional que sustentam a elaboração de hipóteses clínicas (e clínico-institucionais) para a direção de cada atendimento, nos diversos settings - consultório, hospital, CAPS, serviço socioassistencial, escola, rua, etc. Vale ressaltar que não se trata de uma aplicação direta da teoria à clínica, mas, sim, de um esforço de torna-la um operacionalizador da escuta. Método: o grupo de estudos é organizado em torno do estudo da obra de Jacques Lacan. Os coordenadores apresentam a cada encontro uma leitura do material escolhido - o seminário Os escritos técnicos de Freud (1953-54) -, destacando e discutindo os termos, os conceitos e os autores evocados por Lacan. Com isto, coloca-se em evidência os meandros da produção do autor. Ainda, os participantes são convidados a se colocarem durante o grupo, apresentando seus comentários e suas dúvidas quando da leitura dos textos. Como não poderia deixar de ser, a experiência clínica dos coordenadores e dos participantes é constantemente evocada durante a atividade.




A obra freudiana no ensino de Jacques Lacan | Segundas-feiras | 11h


CLIQUE E FAÇA SUA INSCRIÇÃO: GE FREUD. Quando: semanalmente, às segundas-feiras, das 11h às 12h. Onde: Rua Itapeva, 202, conjunto 59 - próximo ao metrô Trianon-Masp. Para quem: psicanalistas em formação, psicólogos, estudantes de psicologia e outros profissionais interessados no tema. Atividade gratuita mediante inscrição. Coordenação: Darlene Ribeiro da Silva Psicanalista e psicóloga (PUC Minas). Trabalhou em instituição de saúde mental. Atualmente, atende em consultório particular. Possui experiência como psicóloga e psicanalista em hospital-dia e ambulatório de saúde mental. Gabriel Bartolomeu Psicanalista, psicólogo (PUC Minas) e mestre em Psicologia Clínica (IP-USP). Trabalhou em instituições de saúde mental e de assistência social e, atualmente, atende em consultório particular. Tem experiência como psicólogo e psicanalista em serviço de internação psiquiátrico, hospital-dia, ambulatório de saúde mental e acompanhamento terapêutico. Objetivo: o grupo de estudos é coordenado por psicanalistas com experiência em instituições de saúde mental, de assistência social e escolar, bem como em consultório particular e em acompanhamento terapêutico. Trata-se de um espaço de leitura compartilhada da obra de Sigmund Freud, seguindo os textos utilizados por Jacques Lacan em seus seminários. Objetiva-se uma produção teórico-metodológica que ofereça condições aos participantes de realizar o diagnóstico e o manejo clínico de casos atendidos no consultório e no contexto institucional. Justificativa: o trabalho do psicanalista e de outros profissionais orientados pela psicanálise, seja no consultório ou na instituição, coloca em pauta a questão do manejo clínico e o que orienta sua construção, sendo esta feita de forma ética e responsável se o profissional tem um embasamento teórico e metodológico apropriado à subjetividade de cada sujeito. Partimos do pressuposto de que a psicanálise lacaniana nos oferece este embasamento, permitindo se estabelecer o diagnóstico que sustenta a elaboração de hipóteses clínicas para a direção de cada tratamento. Vale ressaltar que não se trata de uma aplicação direta da teoria à clínica, mas, sim, de um esforço de torna-la um operacionalizador da escuta. Método: o grupo de estudos é organizado em torno do estudo da obra de Sigmund Freud. Os coordenadores apresentam a cada encontro uma leitura do material escolhido, destacando e discutindo os termos e os conceitos freudianos. Com isto, coloca-se em evidência os meandros da produção do autor. Ainda, os participantes são convidados a se colocarem durante o grupo, apresentando seus comentários e suas dúvidas quando da leitura dos textos. Como não poderia deixar de ser, a experiência clínica dos coordenadores e dos participantes é constantemente evocada durante a atividade.





© 2018-2020 | Aprendimentos Clínicos | aprendimentosclinicos@gmail.com | São Paulo - Brasil