A finalidade de uma análise

"Que fique claro para nós que, através da junção de predisposições inatas e influências durante os anos de infância, todas as pessoas adquiriram uma determinada idiossincrasia ao conduzirem sua vida amorosa, ou seja, daí vêm as condições que a pessoa estipula para o amor, as pulsões a satisfazer e as metas almejadas." Sigmund Freud, Sobre a dinâmica da transferência [1] Em linhas gerais, a finalidade da análise pode ser considerada como: levar o sujeito a ir além do discurso do Outro que o habita. Tomar a finalidade da análise nesta direção, nos coloca duas questões: o que compreendemos aqui como ‘discurso do Outro’? E, do que se trata, do ponto de vista teórico e clínico, ‘levar o sujeito a

Ensino e Psicanálise

A questão do ensino em psicanálise é fundamental na formação analítica, a qual pode ser pensada a partir de dois lugares: daquele que se coloca como “aprendiz” e daquele que se propõe a ensinar, a transmitir. É a partir da minha experiência de transitar entre estes dois lugares: como analista em formação nos diferentes dispositivos (supervisão, análise, seminários, redes de pesquisa, grupos de estudo), mas também do lugar de quem se propõe a transmitir ao supervisionar, dar aulas, coordenar grupos de estudos, que me proponho a refletir, neste texto, acerca das especificidades da relação entre Ensino e Psicanálise. Interessa-me argumentar a partir da premissa de que tais lugares enunciados nã

© 2018-2020 | Aprendimentos Clínicos | aprendimentosclinicos@gmail.com | São Paulo - Brasil