Aprendimentos em tempos de pandemia

De repente, uma espécie de suspensão torna-se a marca do nosso cotidiano por conta de uma “pandemia”, significante que tenta “condensar”, paradoxalmente, a “diluição” rápida e fortuita das nossas rotinas, dos nossos projetos, das nossas formas de enlace e de tantas vidas. Como analistas, se não temos mais as mesmas condições para seguir, isto não nos impede de apostar, mais do que nunca, na orientação que nos sustenta desde os primeiros passos: a possibilidade de invenção, de fazer “aprendimentos”, sem obturar o intratável desta experiência que também nos desafia a suportar. “Aprendimentos” (e não “aprendizagem”) é um neologismo, sugerido pelo poeta Manoel de Barros, que nomeia este projeto,

© 2018-2020 | Aprendimentos Clínicos | aprendimentosclinicos@gmail.com | São Paulo - Brasil